E-Consulters Web - Hospedagem Premium

Rede Globo é condenada a pagar R$150 mil a pai de criança morta por Suzy

A ação ainda cabe recurso por parte dos acusados
0

A Rede Globo foi condenada, em primeira instância, a pagar R$150 mil ao pai da criança que foi estuprada e morta pela transexual Suzy . A juíza do caso Regina de Oliveira Marques, do Tribunal de Justiça de São Paulo, acatou ação do pai do menino, a qual pedia indenização por dano moral.

O pai afirma que enquanto Suzy recebia piedade social, ele foi afetado psicologicamente novamente pela exposição do caso. No processo se afirma que “qualquer expectador foi induzido erroneamente a acreditar que os entrevistados seriam meras vítimas sociais” e que causou “desassossego do autor e situação aflitiva com implicação psíquica”.

Para quem não se recorda, em março de 2020, a Rede Globo fez uma matéria em que falou da solidão da Suzy, uma trans que não recebia visitas há oito anos. Somente após a grande repercussão da matéria foi descoberto que Suzy foi condenada por estuprar e matar uma criança e acusada de abusar de outras duas.