E-Consulters Web - Hospedagem Premium

“Quando a gente fala em cristofobia, é isso”, afirmou Bolsonaro sobre brasileira morta por terrorista

O presidente brasileiro condenou os atos terroristas contra cristãos em todo o mundo
0
Reprodução: Redes Sociais

O presidente Jair Bolsonaro afirmou em live nesta quinta-feira (29) que lamenta pela morte da brasileira Simone Barreto, que foi esfaqueada dentro da basílica de Notre-Dame, em Nice, na França. O presidente classificou o assassinato como “Cristofobia” e afirmou:

“A gente lamenta. Estava lá rezando, entrou esse cara aqui, que detesta cristãos. Quando a gente fala em cristofobia, é isso. A gente lamenta a morte das três pessoas. Agora, isso aqui tem que ser combatido, e não é com florzinha não.”

Enfim, um líder de um país majoritariamente cristão como o Brasil, se manifesta veemente sobre a Cristofobia.

Repercussão

O ataque terrorista aconteceu em Nice na França e causou comoção mundial. Três pessoas morreram, entre elas uma idosa de 70 anos que foi praticamente degolada. O prefeito de Nice, Christian Estrosi, falou classificou o ataque como “islamo-fascismo” e afirmou que o terrorista “repetiu incessantemente ‘Allahu Akbar’.

A França enfrenta uma onda de ataques e está em seu alerta de segurança nacional ao mais alto nível. O presidente francês, Emmanuel Macron classificou o ato como um “ataque terrorista islâmico“.

 

Deixe seu comentário