E-Consulters Web - Hospedagem Premium

Premio Nobel: “Covid-19 foi criado em laboratório e tem DNA do HIV”

Montagnier foi o percursor na descoberta do vírus da AIDS
0

O professor Luc Montagnier, 87, vencedor do Premio Nobel de Medicina em 2008, divulgou um artigo um tanto polemico afirmando que “o coronavírus foi criado e escapado de um laboratório chinês”.

Responsável pela morte de 120 mil pessoas ao redor do mundo, a SARS-CoV-2 seria um vírus manipulado que acabou escapando de um laboratório em Wuhan, China, no ultimo semestre de 2019.

O Instituto de Virologia de Wuhan, segundo o próprio site, é o maior banco de vírus da Ásia, inclusive, o laboratório abriga vírus transmissíveis entre humanos como Ebola.

Segundo Montagnier, o vírus chinês “abriga seqüências de DNA do HIV”. Mas suas posições consideradas “desafiadoras” tem chocado a comunidade cientifica em alguns momentos.

Com meu colega, o bio-matemático Jean-Claude Perez, examinamos atentamente a descrição do genoma desse vírus RNA“, explicou Luc Montagnier em entrevista ao Dr. Jean-François Lemoine.

Os pesquisadores indianos já tentaram publicar os resultados de análises que mostram que esse genoma abrigava sequências de outro vírus que é o HIV, o vírus da AIDS, mas eles foram forçados a se retrair, as pressões eram muito fortes!”, disse ele.

Devido há algumas controvérsias em declarações anteriores, Montagnier foi questionado sobre a possibilidade de ter examinado um paciente contaminado de outra forma, ele respondeu:

Não. Para inserir uma sequência de HIV no genoma, são necessárias ferramentas moleculares, isso só pode ser realizado em laboratório“.

Sobre a contaminação e a história como foi divulgada (De acordo com a China, a contagio ocorreu em uma feira, mercado de peixe), ele demostra ceticismo e fala em “acidente industrial”.

A história do mercado de peixe é uma lenda bonita”, afirmou Montagnier.

A verdade sempre acaba surgindo“, concluiu.

Ele acredita que o vírus possa ter ligação com testes que tinham como finalidade criar uma vacina contra AIDS. 

 

 

 

 

 

Deixe seu comentário