E-Consulters Web - Hospedagem Premium

PF indicia Renan Calheiros por lavagem de dinheiro e corrupção passiva

A informação foi enviada ao STF com a conclusão do inquérito, aberto em 2017
0

A Polícia Federal indiciou o senador Renan Calheiros (MDB-AL) pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro. As acusações contra o senador, que também é relator da CPI da pandemia, apontam que o mesmo teria recebido R$ 1 milhão em propina da Odebrecht em 2012.

Em troca do pagamento, o senador lutaria pela aprovação de uma resolução que restringia incentivos fiscais a produtos importados com o objetivo de beneficiar a Braskem.

O relatório da PF foi enviado ao Supremo Tribunal Federal (STF) e deve ser encaminhado à Procuradoria-Geral da República (PGR), que vai decidir sobre a apresentação de denúncia contra o senador.

Renan Calheiros se manifestou afirmando que “justamente agora, quando a CPI mostra todas as digitais do governo na corrupção da vacina, a parte politizada da Gestapo (polícia nazista) tenta essa retaliação”.