E-Consulters Web - Hospedagem Premium

Nelson Teich é empossado Ministro da Saúde

"É o maior desafio da minha vida profissional" foram às palavras que deram início ao discurso de posse
0
O novo ministro da Saúde, Nelson Teich, durante pronunciamento no Palácio do Planalto

Como anunciado ontem, (16), Nelson Teich é o novo comandante do Ministério da Saúde. A posse aconteceu na manhã desta sexta-feira, (17), e contou com a presença do ex-ministro Luiz Henrique Mandetta.

Inclusive, foi Mandetta quem abriu a solenidade agradecendo aos ministros do governo, presidente e também ao parlamento pelo trabalho exercido no combate ao Covid-19, durante sua gestão.

Nelson Teich destacou seu trabalho em hospitais de cidades pequenas, onde trabalhou com pacientes que realizaram tratamentos de câncer e a proximidade da população enquanto trabalhava.

Trabalhei em cidade pequena, trabalhei em hospitais de oncologista. Então eu vivi por muito tempo a interação médica. Como clínico, como oncologista principalmente, às pessoas ficam muito próximas de você, pessoas que você cuida em uma cidade pequena, quando o paciente tem câncer por ser uma doença difícil de conviver“, disse Teich, que completou em seguida:

Isso foi uma coisa que moldou meu lado humano. E hoje, o foco que a gente tem colocado aqui, em tudo que a gente vai fazer são nas pessoas. Por mais que você fale em saúde, economia não importa o que você fala, o final é sempre gente. É isso que a gente vem aqui, trazer para uma vida melhor para sociedade, para pessoas do Brasil“.

CONHEÇA O NOVO MINISTRO DA SAÚDE, NELSON TEICH

Teich comentou sobre as informações, ou na verdade, a falta de informações em decorrência do Covid-19. Pouco se sabe ou divulgado da evolução e de seus possíveis tratamentos, gerando traumas psicológicos como ansiedade e medo.

Outra coisa que tenho colocado é a importância da informação. Uma das características dessa doença que a gente vive hoje, a Covid-19, é pobreza da informação sobre a doença, sobre a evolução dela, sobre possíveis tratamentos e isso eleva ao nível de ansiedade e medo que é enorme. Então não vivemos apenas um problema clínico, que é de cuidar da doença, administrar todo comportamento de uma sociedade que hoje está com muito medo“.

Você anda nas ruas, eu vim do Rio de Janeiro. A gente passando pelo (Aeroporto) Santos Dumont, tudo deserto, todo mundo com máscara, é uma coisa que parece filme“, comentou o novo ministro.

A gente vai ter que trabalhar trazendo confiança, de levar para as pessoas através da informação, conhecimento, planejamento o começo da construção de uma solução“.

Uma coisa vai desnortear a gente é essa parte da informação, vamos capturar isso cada vez melhor, detalhada. Uma coisa importante a ser feira neste momento é juntar o que temos de informação na Saúde, em outros ministérios, para tentar ampliar esse número de informação, trabalhar o detalhamento dele cada vez melhor, olhar o que está faltando e desenhar um programa para que cada dia mais a gente entenda o que está acontecendo. Porque quando você sabe o número, sabe o que acontece, as soluções vêm quase que naturalmente. O problema do desconhecimento é que suas decisões são muito mais daquilo que você acha, do que daquilo você terá pela frente”, concluiu.

 

Deixe seu comentário