E-Consulters Web - Hospedagem Premium

Empresa de armas Sig Sauer pretende instalar fábrica de armas no Brasil

Segundo Eduardo, o que impede a instalação de fábricas de armas no Brasil são as ''burocracias exageradas feitas para desestimular o livre mercado''
1

O deputado federal, Eduardo Bolsonaro, anunciou nesta quarta-feira (16) que teve um encontro com um representante da empresa suiço-alemã de armas Sig Sauer.

Segundo Eduardo, eles querem instalar fábricas em nosso país, só falta ”a garantia política que o lobby não atochará tantas burocracias para emperrar a instalação”.

Em publicação no instagram, o deputado afirmou:

Diversas são as fabricantes que já tentaram se instalar no Brasil, a mais recentemente foi a Ruag que ficou 7 anos tentando. Problema: burocracias exageradas feitas para desestimular o livre mercado – a interesse de quem? A mensagem que trago não é pró Sig ou pró indústria internacional, mas sim da livre concorrência. Além disso, a fabricante nacional que domina o mercado de pistolas e submetralhadoras, em virtude de fabricação de produtos defeituosos não conseguem nem mais segurar a sua reserva de mercado com base na proibição de importação caso haja similar nacional. Algumas polícias para importar suas armas conseguem pareceres alegando que a arma produzida no Brasil não é similar nacional, ou devido a disparos acidentais já há punição proibindo que a fabricante nacional participe de licitações mesmo – por vezes a Imbel, que é empresa pública destinada a produzir armas para as FFAA supre essa licitações também. Aguardamos o aval do governo federal para que estas empresas gerem emprego e renda no Brasil, assim como fez a Índia recentemente, pois a possibilidade de flexibilizar/liberar a importação parece cada vez mais próxima e essencial.

1 comment

Deixe seu comentário