E-Consulters Web - Hospedagem Premium

Donald Trump no discurso anual: “Acabaram os dias que utilizavam nosso país para ganhar vantagens”

Discurso anual do "Estado de União" foi realizado na noite desta terça-feira, (4).
0

Aplaudido de pé na entrada e durante a caminhada até a tribuna da Câmara dos Deputados, Trump complementou os congressistas, chefes de ministérios e militares americanos que representou o exército.

O atual presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, iniciou o discurso anual alfinetando a gestão anterior que, segundo ele, permitia que outros pudessem “levar vantagens sobre os Estados Unidos”.

Em seguida, afirmou que os níveis atuais da econômica americana é a melhor de todos os tempos. Citou às taxas de desemprego em seu governo que são as menores da história. Entre as mulheres, às mais baixas dos últimos setenta anos. Depois da fala de Trump indicando benéficos dos números entre as mulheres, a câmera focou na posição onde estavam às deputadas democratas sem nenhuma reação.

Donald Trump não esqueceu da política externa, manifestou apoio ao autoproclamado presidente da Venezuela, Juan Guaidó, que estava acompanhando o discurso na Câmara onde foi bastante aplaudido até por membros do Partido Democrata. Seu opositor, Nícolas Maduro, não passou batido no discurso e foi chamando de “tirano” por Trump.

“Os EUA estão liderando uma coalizão diplomática com 59 nações contra o ditador socialista venezuelano Nicolás Maduro. Ele é um governante ilegítimo, um tirano que martiriza seu povo, mas a tirania de Maduro será destruída.”, disse.

Além de falar sobre os resultados da sua gestão, Trump homenageou e surpreendeu a esposa do sargento Townsend Williams, Amy Williams que estava entre os presentes, agradeceu pelo “sacrifício familiar” enquanto seu esposo estava servindo no Afeganistão.

“Nos últimos sete meses, ela fez tudo isso enquanto o marido, o sargento de primeira classe Townsend Williams,  estava no Afeganistão em missão no Oriente Médio. Os filhos de Amy não vêem o rosto do pai há muitos meses. Amy, seu sacrifício com a família possibilita que todas as nossas famílias vivam em segurança e paz, agradecemos.”, disse ele, enquanto que Amy, Townsend e a filha do casal estavam abraçados.

A 2a Emenda também esteve em pauta. Trump disse que estava comprometido em “sempre proteger a segunda emenda, e manter o porte de armas em todo território americano”. Essa foi mais uma promessa de campanha que vem sendo cumprida pelo presidente da maior potencial mundial.

Confira alguns trechos:

“Número recorde de jovens americanos que estão empregados. No último governo, mais de 10 milhões que utilizaram o programa de tickets. No meu governo, os números caíram em  7 milhões”

“A taxa de desemprego para afro-americanos, hispânicos-americanos e asiáticos-americanos atingiu os níveis mais baixos da história”

“O poder de salário entre os mais pobres estão aumentando comparado ao governo passado”

“Os investimentos em novos locais de trabalhos estão chegando em lugares onde não eram possíveis até então […] Empresas estão investindo nas áreas mais pobres e gerando empregos”

“Mais de 12 mil empresas estão sendo planejadas ou construídas. Todos estão voltando para os Estados Unidos”

“[…] Alguns democratas querem acabar com os planos de saúde de 180 milhões de americanos muito felizes. Nunca deixaremos o socialismo destruir os cuidados de saúde americanos.”

“O socialismo destrói nações, mas sempre lembra-se que a liberdade unifica a alma.”

Deixe seu comentário