E-Consulters Web - Hospedagem Premium

Caso Marielle: MP diz que porteiro mentiu em depoimento a Polícia Civil

Procuradora reforçou que não existe qualquer ligação entre Bolsonaro e a entrada de Élcio no condomínio
0

Em entrevista coletiva, a Procuradora Simone Sibilio descartou qualquer envolvimento de Jair Bolsonaro na morte da vereadora Marielle Franco. Ela afirmou que teve acesso aos registros (planilha e áudios) da portaria e foi comprovado que Élcio pediu para ir a casa 65 (Ronnie Lessa) e não 58 (Jair Bolsonaro). Quem autorizou a entrada de Élcio Queiroz, comparsa do ex-PM, no condomínio foi o próprio Ronnie Lessa, suspeito de matar Marielle Franco.

“O porteiro mentiu, e isso está provado por prova técnica”, disse ela.

Simone Sibilio ainda concluiu, afirmando que Élcio teve a casa de Lessa como destino, sinalizando a inocência de Jair Bolsonaro.

 

Deixe seu comentário