E-Consulters Web - Hospedagem Premium

Bolsonaro rebate críticas em discurso na ONU: “Somos líderes em conservação de florestas tropicais”

Incêndios no Pantanal, agropecuária e crise do Covid no país foram os temas mais citados no discurso do líder brasileiro
0

O presidente Jair Messias Bolsonaro, 65, discursou há pouco na abertura da Assembléia Geral da ONU e respondeu às críticas recebidas em relação as queimadas que acontecem na região do Pantanal, medidas contra o Covid-19 e elogiou o setor agropecuário do Brasil.

Segundo Bolsonaro, existe um “apoio de instituições internacionais a essa campanha escorada em interesses escusos que se unem a associações brasileiras”.

“A Amazônia brasileira é sabidamente riquíssima. Isso explica o apoio de instituições internacionais a essa campanha escorada em interesses escusos que se unem a associações brasileiras, aproveitadoras e impatrióticas, com o objetivo de prejudicar o governo e o próprio Brasil. Somos líderes em conservação de florestas tropicais”, disse ele.

“Temos a matriz energética mais limpa e diversificada do mundo. Mesmo sendo uma das 10 maiores economias do mundo, somos responsáveis por apenas 3% da emissão de carbono”, afirmou o presidente.

LEIA O DISCURSO DE JAIR BOLSONARO NA ONU

Em um trecho anterior, Jair Bolsonaro exaltou o trabalho do Agro brasileiro que mesmo durante a crise do covid-19 conseguiu manter a qualidade e logística para abastecer o mundo.

“Brasil contribuiu para que o mundo continuasse alimentado. Nossos caminhoneiros, marítimos, portuários e aeroviários mantiveram ativo todo o fluxo logístico para distribuição interna e exportação”, indicou.

“Nosso agronegócio continua pujante e, acima de tudo, possuindo e respeitando a melhor legislação ambiental do planeta. Mesmo assim, somos vítimas de uma das mais brutais campanhas de desinformação sobre a Amazônia e o Pantanal”, rebateu Bolsonaro.

Deixe seu comentário