E-Consulters Web - Hospedagem Premium

Bolsonaro na ONU: “Meu país esteve muito próximo do socialismo”

O líder brasileiro abriu na manhã desta terça-feira (24), os debates da Assembleia Geral da ONU
0

“Obrigado a Deus pela minha vida, pela missão de presidir o Brasil e pela oportunidade de restabelecer a verdade, o que é bom para todos nós”.

Foi assim que Jair Messias Bolsonaro abriu os debates em sua primeira participação na ONU, na manhã desta terça-feira, (24). O discurso do presidente brasileiro era um dos mais esperados devido as trocas de farpas com o presidente francês Emmanuel Macron, chanceler alemã Ângela Merkel sobre as queimadas na Amazônia.

Bolsonaro recordou aos presentes que o país ‘ressurge depois de estar à beira do socialismo’, fazendo referência aos governos anteriores, PSDB, PT e PMDB. O líder brasileiro citou o trabalho na luta contra a corrupção generalizada, contra a violência que assola o país, além do trabalho que está sendo realizado para conquistar a boa reputação do Brasil para com os investidores internacionais.

“Um Brasil que está sendo reconstruído a partir dos anseios e dos ideais de seu povo. No meu governo, o Brasil vem trabalhando para reconquistar a confiança do mundo, diminuindo desemprego, a violência e o risco para os negócios por meio da desburocratização, desregulamentação, em especial pelo exemplo”

Em mais um trecho, citou a proximidade que o Brasil esteve com o regime socialista após falar da crise com as ditaduras da Venezuela e Cuba.

“Meu país esteve muito próximo do socialismo, que nos colocou numa situação de corrupção generalizada, grave recessão econômica, altas taxas de criminalidade e de ataques interruptos a valores familiares e religiosos que formam nossa tradições”

Deixe seu comentário