E-Consulters Web - Hospedagem Premium

Bolsonaro alfineta Macron na ONU: “Se portou de forma desrespeitosa, com espirito coronelista”

Em discurso na Assembléia Geral da ONU, Bolsonaro mencionou o 'sensacionalismo da mídia nacional e internacional' e criticou os líderes franceses e alemães.
0
(Nova York - EUA, 24/09/2018) Presidente da República, Jair Bolsonaro, discursa durante a abertura do Debate Geral da 74ª Sessão da Assembleia Geral das Nações Unidas (AGNU). rFoto: Alan Santos/PR

Jair Bolsonaro não deixou barato as críticas recebidas por Emmanuel Macron, presidente da França, há alguns meses e disponibilizou parte de seu discurso na Assembléia da Nações Unidas para negar as acusações realizadas pelo francês com base nas notícias divulgadas pelas mídias nacionais e internacionais

“Os ataques sensacionalistas que sofremos por grande parte da mídia internacional despertaram nosso sentimento patriótico. É uma falácia dizer que a Amazônia é propriedade do mundo, e especialistas já desmentiram que a Amazônia seja o pulmão do mundo”

 

Vale lembrar que Macron usou seu perfil no Twitter e divulgou duas fake news em uma única publicação. Utilizou uma imagem de 1989 induzindo os cidadãos a acreditar em uma mentira e acabou sendo ridicularizado  ao afirmar que ‘Amazônia é o pulmão do mundo’.

“Um ou outro país, ao invés de ajudar, se portou de forma desrespeitosa, com espirito coronelista. Um deles, por ocasião do G7, ousou sugerir aplicar sanções ao Brasil sem sequer nos ouvir. Agradeço àqueles que não aceitaram”

Macron por sua vez, questionado sobre não está presente durante o discurso de Bolsonaro afirmou ‘está na correria’ e mudou o tom agressivo, dizendo que ‘todos nós só queremos ajudar as pessoas da Amazônia’.

“Eu acho que todos nós só queremos ajudar as pessoas da Amazônia. Temos muitas pessoas envolvidas no futuro da Amazônia e acho que o que queremos fazer é ajudar as pessoas, com completo respeito pela soberania, ajudando o povo”

Deixe seu comentário