E-Consulters Web - Hospedagem Premium

Após acusações de Moro, Aras pede abertura de inquérito contra supostas “interferências” de Bolsonaro,

PGR pede ao Supremo Tribunal Federal autorização para investigar afirmações de Sérgio Moro
0

Augusto Aras, Procurador-Geral da República, pediu autorização ao STF para averiguar às declarações feitas por Sérgio Moro durante a coletiva de demissão, na manhã desta sexta-feira, (24).

A dimensão dos episódios narrados revela a declaração de ministro de Estado de atos que revelariam a prática de ilícitos, imputando a sua prática ao presidente da República, o que, de outra sorte, poderia caracterizar igualmente o crime de denunciação caluniosa”, aponta o procurador-geral.

PGR aponta prática, em tese, de crimes como falsidade ideológica, coação no curso do processo, denunciação caluniosa e crime contra a honra. Cabe agora ao relator que deverá ser sorteado autorizar ou não o início das investigações.

Deixe seu comentário