E-Consulters Web - Hospedagem Premium

Após parafrasear Goebbels, Roberto Alvim é exonerado por Bolsonaro

Lamentável, infeliz e absurdo o discurso do ex-secretário
2

O secretário de Cultura, Roberto Alvim, acaba de ser exonerado pelo presidente Jair Bolsonaro.

Alvim parafraseou o ministro de propaganda de Hitler, Joseph Goebbels, durante discurso nesta quinta-feira (16).

O discurso aconteceu com uma música pavorosa e repetiu Goebbels afirmando que a arte brasileira da próxima década será “heroica” e “imperativa”, assim como o nazista falou e terminou com a mesma frase “ou então não será nada”.

 

Nota oficial:

– Comunico o desligamento de Roberto Alvim da Secretaria de Cultura do Governo. Um pronunciamento infeliz, ainda que tenha se desculpado, tornou insustentável a sua permanência.

– Reitero nosso repúdio às ideologias totalitárias e genocidas, bem como qualquer tipo de ilação às mesmas.

– Manifestamos também nosso total e irrestrito apoio à comunidade judaica, da qual somos amigos e compartilhamos valores em comum.

Presidente Jair Bolsonaro


2 comments

Deixe seu comentário